Granopar | Corretora de Mercadorias
Assine a nossa newsletter

 
 
Notícias


CAFÉ: NY busca recuperação técnica e opera com valorização
Publicado em 22/01/2020 | 09h16

Porto Alegre, 22 de janeiro de 2020 - O café arábica registra cotações
em alta na sessão eletrônica da Bolsa de Mercadorias de Nova York (ICE). O
mercado tenta esboçar uma recuperação técnica frente às perdas da última
sessão e opera acima da linha de US$ 1,10 a libra-peso.

Os contratos com entrega em março/20 operam a 111,60 centavos de dólar
por libra-peso, alta de 0,55 centavo, ou de 0,49%, na comparação com
fechamento anterior.

Ontem (21), a sessão de retorno do feriado da segunda-feira foi volátil e
NY chegou a ter ganhos, mas voltou ao terreno negativo e chegou a romper a
linha de US$ 1,10 a libra-peso para março, com a mínima do dia ficando em
109,75 centavos. Segundo o consultor de SAFRAS & Mercado, Gil Barabach, a bolsa
deu sequência às perdas depois de já ter caído 5,7% na semana passada.
"Fraco tecnicamente, o café acompanhou a queda em outros mercados globais, ao
repercutirem as notícias do surto de um novo vírus na China (coronavírus",
afirmou.

O novo vírus na China pode trazer impactos econômicos, o que eleva o
movimento de "aversão ao risco", jogando, especialmente, contra os preços
das commodities, avalia o consultor. "Os fundamentos fracos para o café
adicionam pressão ao mercado. Clima favorável no Brasil e o bom fluxo de
embarques de outras origens, especialmente o Vietnã, continuam pesando sobre o
arábica nova-iorquino", comenta.

Tecnicamente fraco, o mercado recuou abaixo do importante parâmetro de 200
períodos e afunda em campo técnico negativo, o que dá fôlego ao movimento.
O mercado já caiu 22% desde o topo alcançado para o contrato março/2020 em
meados de dezembro, quando a bolsa chegou a bater em 142,45 centavos.

Barabach comenta ainda que o mercado ensaia acomodação, mostrando suporte
acima da linha psicológica de 110 cents, embora tenha testado esse patamar.
"A perda dessa referência coloca como próximo objetivo de baixa o fundo
gráfico em 105,80 cents", adverte. Já o desafio de alta é sustentar o
patamar de 110 cents e tentar recuperar a média de 200 e 100 períodos, o que
faria o café voltar a trabalhar acima da linha de 115 cents.

Os contratos com entrega em março/2020 fecharam o dia a 111,05 centavos de
dólar por libra-peso, com desvalorização de 1,10 centavo, ou de 0,8%.
Maio/2020 fechou a 113,35 cents, com queda de 1,05 centavo, ou de 0,9%.

Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 - Grupo CMA

 
 
 
 
Sobre nós
 
História
Missão
Serviços
Equipe
FAQ
Fique por dentro
 
Notícias
Eventos
Links
Contato
Política de Privacidade
Onde estamos
 
Rua Brasilino Moura, 92
Ahú - Curitiba - PR
Fone: (41) 2169-3000
granopar@granopar.com.br
 
     
  Exoneração de Responsabilidades Granopar | Corretora de Mercadorias - Todos os direitos reservados ©