Granopar | Corretora de Mercadorias
Assine a nossa newsletter

 
 
Notícias


ECONOMIA: Riscos à eurozona se tonaram menos pronunciados - Ata BCE
Publicado em 16/01/2020 | 10h59

Porto Alegre, 16 de janeiro de 2020 - A economia doa zona do euro ainda
enfrenta riscos, mas eles estão menores, enquanto a inflação da região segue
fraca, de acordo com a ata da reunião do Conselho do banco realizada nos dias
11 e 12 de dezembro.

"Os riscos em torno das perspectivas de crescimento da zona do euro
permaneceram inclinados para o lado negativo, mas se tornaram um pouco menos
pronunciados", diz o documento.

Os membros citaram incertezas ligadas a fatores geopolíticos, alta do
protecionismo, tensões comerciais e ao Brexit. Para eles, porém, o sentimento
parecesse ter se tornado mais otimista recentemente, "após indicações de que
as tensões comerciais entre os Estados Unidos e a China estavam diminuindo".

"Enquanto as perspectivas de crescimento permaneceram fracas no curto
prazo, uma recuperação moderada é esperada posteriormente, refletindo a
suposição de alguma dissipação de fatores contrários globais". O BCE
espera crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) da eurozona abaixo de 1% este
ano.

"Nesse ambiente, a política monetária precisava permanecer altamente
expansionista. Os membros destacaram o papel crucial da orientação futura do
Conselho do BCE no fornecimento de acomodação monetária", de acordo com o
documento.

INFLAÇÃO

com relação à alta de preços, os membros afirmaram que "a evolução
da inflação permaneceu moderada no geral, embora houvesse algumas indicações
de um ligeiro aumento nas medidas do núcleo da inflação, em consonância com
as expectativas anteriores".

O BCE espera que a taxa de inflação acelere de 1,2% em 2019 para uma
média de 1,6% em 2022. Segundo a ata, o Conselho adotou medidas para acelerar a
inflação rumo à meta de perto de 2% ao ano e acompanha de perto evolução
da taxa e os impactos das medidas de política monetária.

Ao mesmo tempo, o Conselho do BCE "está pronto para ajustar todos os seus
instrumentos, conforme apropriado, para garantir que a inflação avance em
direção à meta de maneira sustentada, em consonância com seu compromisso com
a simetria". Com informações da Agência CMA.

Revisão: Arno Baasch (arno@safras.com.br) / Agência SAFRAS

Copyright 2020 - Grupo CMA

 
 
 
 
Sobre nós
 
História
Missão
Serviços
Equipe
FAQ
Fique por dentro
 
Notícias
Eventos
Links
Contato
Política de Privacidade
Onde estamos
 
Rua Brasilino Moura, 92
Ahú - Curitiba - PR
Fone: (41) 2169-3000
granopar@granopar.com.br
 
     
  Exoneração de Responsabilidades Granopar | Corretora de Mercadorias - Todos os direitos reservados ©